Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/10/17 às 18h43 - Atualizado em 29/10/18 às 13h27

Controladoria-Geral do DF lança Programa de Estímulo à Integridade Pública

COMPARTILHAR

Iniciativa prevê ações de valorização do servidor, do seu papel junto à sociedade e incentivo às boas práticas.

 

O Programa de Estímulo à Integridade Pública da Controladoria-Geral do DF – PREIP foi lançado nesta terça-feira, 17 de outubro, no auditório da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde.

 

Trata-se de um conjunto de mecanismos e procedimentos internos de prevenção, detecção e remediação de fraudes, irregularidades e desvios de conduta a ser implementado, com o objetivo primordial de disseminar e solidificar uma cultura ética, moral e de integridade nos órgãos e entidades do Governo de Brasília.

 

A iniciativa será implementada por meio de uma série de atividades voltadas à valorização do servidor, do seu papel junto à sociedade e ao incentivo às boas práticas.

 

“O Programa de Estímulo à Integridade Pública não é um novo código a ser seguido. Ele é a divulgação de valores que devem ser inculcados na mente do servidor de maneira que ele seja direcionado por esses valores no dia a dia, na atuação diária da gestão pública”, disse o controlador-geral do DF, Henrique Ziller, na cerimônia de lançamento.

 

O PREIP será primeiramente implantado na Controladoria-Geral e os órgãos e entidades do GDF poderão aderir à iniciativa. Para tanto, eles vão desenvolver, com apoio da CGDF, um plano de integridade que contemple ações e medidas como a criação e o aprimoramento de padrões de ética e de conduta, além de demais políticas, normas e procedimentos necessários à promoção da integridade institucional e extraorganizacional.

 

“Quando se fala em integridade, entende-se que as boas ações transbordem. A integridade deve ser irradiada para a sociedade e fornecedores do Estado”, explicou Lúcio Carlos Pinho Filho, subcontrolador de controle interno da CGDF, em sua palestra.

 

De acordo com o controlador-geral, o programa age em duas dimensões: a primeira, no âmbito individual, considerado o ser humano. A segunda, no âmbito organizacional e sistêmico, abordando procedimentos a serem observados por cada instituição para garantir passos que afastem riscos da má gestão dos recursos públicos.

 

Presente no evento, o chefe da Casa Civil do DF, Sérgio Sampaio, afirmou que o tema é da maior importância e destacou o fato de o projeto voltar a atenção para o servidor público e valorizar o que ele tem de melhor. “A Casa Civil é parceira para disseminar esta cultura para todo o DF”, finalizou.

 

Fizeram parte da mesa de abertura do evento a presidente do Hemocentro, Dra. Miriam Scaggion, e a diretora-presidente da FEPECS, Dra. Maria Dilma Alves Teodoro. O controlador-geral do município de Belo Horizonte, Leonardo de Araújo Ferraz, participou do evento.