Governo do Distrito Federal
4/04/22 às 10h49 - Atualizado em 4/10/22 às 12h17

CGDF amplia divulgação de dados abertos acessíveis a toda a população

Novo Plano de Dados Abertos terá vigência até 2024

 

 

A Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF) lança o novo Plano de Dados Abertos (PDA), que vai nortear as ações de implementação e promoção de abertura de dados da CGDF, facilitando o acesso e a utilização das informações. “Prezamos pela transparência de todas as informações, seja para o cidadão, seja para imprensa. Por isso, estamos aprimorando a divulgação e abertura desses dados. A ideia é que, com apenas alguns cliques, as pessoas acessem dados da Ouvidoria, do e-SIC, dos processos de tomadas de contas, processos disciplinares, entre outros”, explica o controlador-geral do Distrito Federal, Paulo Wanderson Martins.

 

O PDA 2022-2024 da CGDF foi elaborado de forma colaborativa, com a participação de representantes de todas as unidades internas. “A abertura de dados governamentais contribui para o aprimoramento da transparência, estreitando o relacionamento entre a sociedade e os órgãos públicos e ampliando o acesso a informações e conhecimentos que podem ser utilizados de diversas formas: controle social, pesquisas, desenvolvimento de tecnologias, melhoria na prestação dos serviços públicos, inclusive na geração de emprego e renda”, ressalta a subcontroladora de Transparência e Controle Social, Rejane Vaz de Abreu.

 

A novidade do Plano é que novos dados serão publicizados a partir deste Plano de Dados Abertos, com vigência até 2024. São eles o andamento dos processos de Tomada de Contas Especial; dos procedimentos e processos disciplinares; dos processos de responsabilização de fornecedores; dos processos administrativos de responsabilização; e divulgação da avaliação dos programas de Integridade das Pessoas Jurídicas que mantém relação contratual com o GDF. Essas novas informações já foram disponibilizadas no Portal Dados Abertos a partir de março de 2022 e terão atualização mensal. Grande parte delas também já estavam disponíveis no Portal da Transparência.

 

Acesse as informações:

Andamento dos procedimentos e processos disciplinares

 

Empresas programa de integridade

 

Andamento dos processos de tomada de contas especial

 

A Controladoria-Geral já possui algumas bases de dados disponibilizadas, como o Cadastro de Expulsões de Servidores, publicado no Portal de Dados Abertos do Distrito Federal, com atualização mensal, e os dados estatísticos do Sistema de Ouvidoria/OUV-DF e do Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (e-SIC), divulgados também no Portal de Dados Abertos.

 

Acesse as informações:

Cadastro de Expulsões

 

Dados Estatísticos do Sistema de Ouvidoria/OUV-DF

 

Dados Estatísticos do Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (E-SIC)

 

O Plano atende à Lei Distrital de Acesso à Informação (Lei nº 4.990/2012) e ao Decreto nº 38.354, de 24 de julho de 2017, que institui a Política de Dados Abertos da Administração Pública direta, autárquica e fundacional no âmbito do Distrito Federal. O documento possui vigência bienal e pode ser alterado e revisado durante esse período.

 

Acesse na íntegra o Plano de Dados Abertos

Governo do Distrito Federal