Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/04/16 às 15h01 - Atualizado em 29/10/18 às 15h34

EUA: Controlador-Geral participa de conferência sobre eficácia das instituições e oportunidades de crescimento

COMPARTILHAR

Evento faz parte de programa que visa avaliar mudanças institucionais e seus impactos no desenvolvimento econômico

 

Entre os dias 13 e 14 de abril, o controlador-geral do DF, Henrique Ziller, participou da conferência “Construindo Instituições Inclusivas e Eficazes: O que funciona e por quê?”, realizada pela Universidade da Califórnia em parceria com um consórcio de entidades parceiras internacionais, entre elas o programa de pesquisa Economic & Development Institutions (EDI), fundado pelo Departamento Britânico para o Desenvolvimento Internacional.  O evento, que aconteceu em Washington, reuniu participantes da Ásia, África e América Latina com o objetivo apresentar iniciativas de gestão pública para serem pesquisadas pelos acadêmicos que trabalham com o tema da eficácia das instituições e oportunidades de crescimento.

 

Governos de todo o mundo em desenvolvimento estão buscando novas maneiras de criar instituições que sustentam o crescimento econômico inclusivo e prestar serviços públicos essenciais, incluindo cuidados de saúde, justiça e educação. No entanto, apesar dos esforços de atores governamentais e seus parceiros – entidades do terceiro setor, as políticas e reformas institucionais que promovem o desenvolvimento econômico ainda não são claras.

 

O programa de pesquisa EDI tem abordagem inovadora com foco em pesquisas sobre mudanças políticas positivas. Apesar da crescente consciência da importância das instituições sobre os resultados econômicos, há pouca evidência de como a mudança institucional positiva pode ser alcançada. É justamente isto o que o programa visa conhecer, trabalhando com alguns dos melhores pensadores econômicos e cientistas sociais em todo o mundo.

 

Neste contexto, os pesquisadores do programa acompanham as políticas públicas empreendidas e o seu impacto no desenvolvimento econômico. As informações coletadas nessas pesquisas serão utilizadas para apoiar a formulação de políticas que promovam metas de desenvolvimento mais efetivas e eficientes.

 

No que diz respeito à Controladoria-Geral do DF, a auditoria cívica, a ser realizada a partir de junho deste ano pela Subcontroladoria de Transparência e Controle Social, será objeto de pesquisa pelo Dr. Cláudio Ferraz, vinculado ao Massachusetts Institute of Technology – MIT. Ziller explica que a conferência viabilizou parcerias entre instituições públicas e pesquisadores para testar novas estratégias, instituições responsáveis e inclusivas.

 

O acadêmico Tarek Ghani, pós-doutorado da Universidade de Princenton e especialista em economias em desenvolvimento e politica econômica, propôs, também, outra linha de pesquisa, relativa à atuação dos executores de contrato como agentes de controle.  “O Dr. Tarek virá a Brasília para detalhar o projeto de pesquisa. Ele vai averiguar a participação do executor de contratos como agente de fiscalização”, explica o controlador-geral.

 

O programa foi lançado em 2015 e terá a duração de cinco anos. Financiado pelo Departamento Britânico para o Desenvolvimento Internacional, todos os resultados das pesquisas serão considerados como bens públicos globais e estarão acessíveis na seção de publicações do site http://edi.opml.co.uk/.

 

O Controlador-Geral viajou com recursos do Banco Mundial.