Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/09/17 às 18h07 - Atualizado em 29/10/18 às 15h43

SUBCI capacita auditores e representantes do Controle Interno dos órgãos e entidades do GDF

COMPARTILHAR

A Subcontroladoria de Controle Interno promoveu encontro, no dia 5 de setembro, com os representantes das Unidades de Controle Interno e das Unidades de Auditorias Internas dos órgãos e entidades do GDF, visando informar sobre novos procedimentos relativos à atividade de auditoria.

 

Na abertura, o subcontrolador de Controle Interno, Lúcio Pinho, informou que em breve estará disponível o novo Sistema Eletrônico de Gestão de Auditoria do Distrito Federal – Saeweb.

 

Na programação foram apresentados a Sistemática de Exames das Contas Anuais CGDF e TCDF; o Monitoramento das Recomendações: SAC e TAG; o Programa de Estímulo à Integridade Pública da CGDF – PREIP; a Análise Preliminar de Perigo – APP realizadas pelas UCIs e UAIs; e o Módulo SAEWEB para UCI e UAI.

 

Gustavo Lírio, coordenador de Inspeção de Prestação de Contas do Governo, explicou que após revisão das normas internas, formou-se uma equipe de trabalho para modernizar os trabalhos internos das UCIs e UAIs, relativos aos Relatórios de Contas e de Inspeção. Dentro da nova metodologia, que dá mais celeridade ao processo, apresentou a nova sistemática para desenvolver Relatórios de TCA e PCA e a rotina de encaminhamentos até a publicação no site da CGDF, conforme determina a Lei de Acesso à Informação.

 

O coordenador-geral de Auditoria, João Batista Machado, apresentou os passos da Auditoria de Monitoramento. Salientou que a Solicitação de Ação Corretiva – SAC é uma ação que detecta risco eminente das situações lesivas e que requerem ação imediata por parte do auditado. Também, falou do Termo de Ajustamento de Gestão – TAG, que é encaminhado pela CGDF ao dirigente máximo do órgão para as providências cabíveis, caso a SAC não tenha efetividade.

 

O Programa de Estímulo à Integridade Pública da CGDF – PREIP foi apresentado por Alexandra Joffily de Azevedo, diretora de Auditoria de Integridade. Ela destacou a conscientização e o compromisso do servidor em servir bem ao público; o estímulo à ética e moral nos órgãos e entidades do DF; a promoção da boa governança; a proteção da imagem institucional e do patrimônio público; a prevenção e detecção e desvios de conduta e atos ilícitos; e a integridade dentro das escolas, uma ação conjunta com o “Controladoria na Escola”, projeto da Subcontroladoria de Transparência e Controle Social da CGDF.

 

Finalizando o encontro, Márcio Bruno Monteiro, diretor de Auditoria de Relacionamento com as Unidades Descentralizadas de Auditoria de Controle Interno, apresentou o módulo UCI e UAI no Saeweb. Ressaltou que o Sistema de inteligência compartilha informações e potencializa os resultados dos relatórios gerenciais e seus indicadores. Segundo ele, essa é mais uma contribuição das UCIs e UAis para gestão pública na melhoria dos resultados à sociedade.