Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/10/09 às 3h00 - Atualizado em 29/10/18 às 15h43

Síndica de condomínio é presa por crime ambiental

COMPARTILHAR

Na tarde desta terça-feira, 06, agentes da Subsecretaria de Defesa do Solo e da Água – SUDESA, em fiscalização na área do Lago Sul e do Paranoá, verificaram que havia uma máquina alargando as ruas existentes e abrindo outras no Condomínio Estância Quintas do Alvorada, o que estava causando dano à vegetação de uma Área de Preservação Ambiental (APA) do Rio São Bartolomeu.

No local, os trabalhadores disseram que a síndica, senhora Leda Marques Cavalcante, havia dado ordens para realizar o serviço de criação/alargamento de vias.

De imediato, os agentes entraram em contato com a Delegacia do Meio Ambiente – DEMA, que encaminhou a perícia para o local e constatou o dano ambiental. Assim, todos os envolvidos foram encaminhados à DEMA.

A síndica foi autuada em flagrante por crime ambiental, artigo 40 da Lei dos Crimes Ambientais – Lei 9605/98 e pode pegar de 1 a 5 anos de reclusão.