Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/02/14 às 12h44 - Atualizado em 29/10/18 às 15h39

Ouvidoria Geral do DF recebeu 125,5 mil manifestações em 2013

COMPARTILHAR

Dado foi divulgado pelo Relatório anual do órgão. Saúde, DFTrans e Novacap são os mais demandados pela população

 

A Ouvidoria Geral do Distrito Federal (OGDF), órgão da Secretaria de Transparência e Controle do DF (STC), recebeu 125.535 manifestações em todo o ano de 2013. Mais da metade desse número – 54,33% – corresponde ao contato feito por mulheres; os homens foram responsáveis por 41,25% do total. Os 4,42% restantes não se aplicam a nenhum dos perfis porque correspondem a manifestações anônimas.

 

Os dados foram divulgados nesta segunda, 17, após a publicação do Relatório Anual de Atividades. O levantamento serve para identificar as necessidades da população e indicar onde o Governo do Distrito Federal (GDF) pode aperfeiçoar os serviços e a racionalização dos gastos públicos.

 

A Secretaria de Estado da Saúde lidera o ranking dos órgãos mais demandados: foram 25.320 manifestações, ou seja, 21,97% do total. Logo após vem o DFTrans, que recebeu 15.919 manifestações, o que representa 13,75% do total. Em terceiro lugar ficou a Novacap, com 11.022 manifestações – que correspondem a 9,55% do total. Veja no gráfico abaixo os órgãos mais demandados. Confira aqui a íntegra do relatório. 

 

04.2Relatório anual da Ouvidoria - Gráfico

A Ouvidoria é um canal de atendimento direto ao cidadão para que ele se manifeste apresentando denúncias, reclamações, sugestões, elogios ou solicitações de serviços públicos e também é o espaço adequado para viabilizar o acesso à informação pública. Atualmente, o GDF mantém cerca de 100 ouvidorias em funcionamento nos órgãos e unidades administrativas.

 

SERVIÇO – O controle diário das manifestações recebidas pela OGDF passou a ser feito diariamente desde 2 de janeiro de 2013, quando o órgão começou a utilizar o Sistema de Ouvidoria e Gestão Pública Tomás Antônio Gonzaga (TAG), cedido pelo Governo do Estado da Bahia.

 

Desde aquela data, a OGDF tem publicado, trimestralmente, um balanço do número de manifestações. O Relatório divulgado nesta segunda contempla, portanto, os quatro trimestres do ano passado.

 

ATENDIMENTOS – As manifestações de Solicitação, Informação e Sugestão correspondem a 44,53% do total. Nesses aspectos, destacam-se as solicitações por poda de árvore, operação tapa buraco em vias e informações sobre o passe estudantil no Metrô.

 

Os Elogios somaram 2,96% do total de manifestações. Nesse item, os usuários da Ouvidoria reconheceram o bom atendimento prestado pelos profissionais da saúde, elogiaram o funcionamento de algum órgão/entidade ou alguma ação do GDF.

 

As Reclamações somam 44,78% dos chamados, o que indica a preocupação do cidadão em acionar a Ouvidoria para que os serviços sejam melhorados. Nesse item, foram citados com maior frequência descumprimento dos horários do transporte público, a má conduta dos motoristas de ônibus e a falta de pontualidade do transporte.

 

As Denúncias somam 9.608 atendimentos, ou 7,65% do total. As mais citadas foram a construção irregular em obras privadas, invasão de área pública e obra sem alvará.

 

A Ouvidoria de Combate à Corrupção recebeu, em 2013, 98 manifestações sobre suspeitas em processos licitatórios. Isso corresponde a 0,08% do total. Os usuários enviaram informações sobre direcionamento do edital, irregularidade e modalidade inadequada.

 

O telefone foi o meio pelo qual a OGDF recebeu o maior número de manifestações: ele foi utilizado por 66% dos usuários. Os que contataram a Ouvidoria pela internet somaram 16%; as manifestações presenciais somaram 12%. Os demais meios de contato – E-mail, Carta, Ofício, Fax e o800 – juntos, somaram 6,28%.

 

A Ouvidoria Geral do DF pode ser acionada pelo telefone 162 e pela internet, por meio do endereço www.ouvidoria.df.gov.br. Se o cidadão preferir o atendimento presencial, deve procurar uma das Ouvidorias Especializadas localizadas nas Administrações Regionais, Secretarias de Estado e demais instituições.