Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/05/10 às 3h00 - Atualizado em 29/10/18 às 15h34

Encontro de trabalho entre servidores da Controladoria do DF

COMPARTILHAR

Nesta sexta-feira, 21, aconteceu o primeiro encontro de trabalho entre auditores, controladores, técnicos e servidores da Controladoria da Corregedoria-Geral do DF – CGDF. Compuseram a Mesa o Corregedor-Geral do DF, Haendel Fonseca, o Corregedor-Geral Adjunto, Hamilton Ruggieri, o Controlador-Chefe, Edilson Vasconcelos e diretores da Controladoria.

O Corregedor-Geral do DF iniciou o discurso de apresentação falando sobre as mudanças que realizou ao assumir a pasta. “As mudanças foram necessárias para uma boa gestão. É um caminho que tem dado resultados. Temos recebido a cada momento mais e mais missões e conseguimos atuar como órgão purificador. Todos os nossos atos têm sido abertos e públicos. Determinei que todos os contratos com empresas citadas no Inquérito nº650 fossem cancelados. Entendi que a segregação de funções entre Secretaria da Ordem Pública e Corregedoria-Geral seria de extrema importância. Acabei com o reconhecimento de dívidas porque não podemos nos manifestar antes e auditar depois. A gente espera que a CGDF possa findar este ano sendo reconhecida pela técnica e eficiência. Nosso trabalho tem se sustentado através do corpo Corregedoria. Os processos foram retirados dos armários em todos os setores, independente do resultado político. Esta reunião foi marcada em razão da necessidade de dizer o quanto estou satisfeito com o trabalho da equipe. Meu comprometimento é com o trabalho de vocês”, afirmou o Corregedor.

O Corregedor-Geral Adjunto, Hamilton Ruggieri concordou que muitas vezes é preciso mudar os procedimentos. “Ratifico que tivemos todo o apoio que necessitamos. O Haendel nos ajudou muito e tem  sido imparcial”, defendeu Hamilton Ruggieri. O Controlador-Chefe, Edilson Vasconcelos falou sobre os aspectos técnicos, citando as principais auditorias demandadas pelo Governador Rogério Rosso e parabenizando a equipe pela eficiência e rapidez na entrega dos relatórios. O Corregedor-Geral encerrou a reunião dizendo que o Governador não tem dado limites às ações da CGDF.

“O Governador tem sido muito sério. Ele não abre mão da legalidade, moralidade, técnica e do controle do dinheiro público. Por isso, vem adotando medidas rápidas e enérgicas para regularizar desvios públicos, independente dos efeitos políticos. E agora estamos mais rápidos e eficientes com a chegada dos novos servidores. Agradeço muito e me sinto honrado pela equipe da CGDF”, encerrou o Corregedor.