Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/04/18 às 12h30 - Atualizado em 22/05/18 às 17h38

Em visita técnica, Controladoria-Geral do Município de Salvador conhece trabalho da Controladoria-Geral do DF

COMPARTILHAR

 

Durante a semana de 23 a 27 de abril, a Controladoria-Geral do DF recebeu comitiva da Controladoria-Geral do Munícipio de Salvador, para compartilhamento de boas práticas de gestão. Além de conhecer os trabalhos e projetos desenvolvidos pelo órgão, os servidores fizeram parte da terceira turma do curso de Gestão de Riscos, realizado na Escola de Governo do DF e ministrado por auditores da CGDF.

 

A controladora-geral de Salvador, Maria Rita Góes Garrido, afirmou que vem acompanhando a atuação da CGDF por meio do Conselho Nacional de Controle Interno (CONACI) e que a vinda a Brasília ocorreu por indicação da especialista sênior em Economia do Banco Mundial, Suzana Amaral, para conhecer a implantação do modelo de capacidade de auditoria interna, o IA-CM.

 

O subcontrolador de Controle Interno, Rodrigo Ramos, apresentou como o IA-CM está estruturado na Controladoria-Geral do DF, o seu processo de institucionalização e os resultados obtidos. Ramos também falou da estratégia para atingimento do nível três na matriz IA-CM e os desafios para 2018.

 

A mudança de foco dos trabalhos da Subcontroladoria de Correição Administrativa, que passou a valorizar a mediação de conflitos e a simplificação de procedimentos em busca de efetividade, foi mostrada pela subcontroladora Michelle Henriger.

 

Outra área que apresentou as boas práticas foi a Ouvidoria-Geral que, de acordo com o ouvidor-geral José dos Reis, tem a atuação baseada em três pilares: integridade, compliance e accountability. Reis destacou o sistema OUV DF e suas funcionalidades.

 

O projeto Controladoria na Escola, o Portal da Transparência e o aplicativo Siga Brasília foram as iniciativas de transparência e controle social apresentadas.

 

A experiência da Controladoria Setorial na Saúde foi outra boa prática compartilhada com os servidores da CG de Salvador. Alisson Rios, controlador setorial, explicou que a criação da unidade naquela secretaria teve a perspectiva de descentralizar o controle interno e alcançar mais efetividade das ações de auditoria e inspeção.

 

Ainda no cronograma da comitiva, houve visita à Fundação Hemocentro de Brasília, órgão onde a gestão de riscos está sendo implantada com a consultoria da CGDF.

 

 

A equipe da Controladoria-Geral de Salvador entregou uma placa ao coordenador-geral de Auditoria, João Batista Machado, de agradecimento à CGDF pela acolhida e compartilhamento das boas práticas.

 

Entre os participantes da III turma do curso de Gestão de Riscos realizado neste ano, estavam cinco servidores da Controladoria de Salvador.