Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/11/14 às 12h02 - Atualizado em 29/10/18 às 15h33

Diplomatas da República de Fiji visitam a Secretaria de Transparência

COMPARTILHAR

Representantes vieram para conhecer os sistemas de controle interno e a política de transparência

Visitaram a Secretaria de Transparência e Controle do Distrito Federal – STC, representantes da República Fiji, a fim de conhecer os sistemas de controle interno, a política de transparência do GDF e entender o funcionamento do Portal da Transparência. O Primeiro Secretário, Simione D Rokolaqa, e o Auditor-Geral, Atunaisa Nadakuitavuki, querem aprimorar o sistema de Administração Financeira do Estado.

Foram recebidos pelo Secretário-Adjunto, Murillo Gameiro, acompanhado do Controlador-Geral, Marcelo Herbert de Lima que apresentou um panorama das atividades da Secretaria de Transparência e Controle, destacando as atividades do controle interno. Marcelo destacou que, atualmente, a Controladoria-Geral possui em seu quadro 115 auditores distribuídos nas seis controladorias-adjuntas e suas diretorias. Os servidores atuam na orientação, inspeção e controle dos órgãos do GDF (Administração Direta e da Administração Indireta). “O foco do nosso trabalho é melhorar a qualidade da gestão”, afirmou Marcelo Herbert.

O Controlador-Geral enfatizou ainda que além de realizar fiscalizações compreendendo auditorias e inspeções na área de pessoal ativo, a Controladoria-Geral também tem a missão de fazer análises de processos de aposentadorias, pensões, reformas e orientações relacionadas a atos de pessoal dos órgãos e entidades do GDF, de responder a consultas, além de orientar quanto à execução orçamentária e financeira.

Para o Secretário-Adjunto de Transparência e Controle, a visita da comitiva da Embaixada demonstra que a STC cada vez mais tem o compromisso de orientar e controlar a aplicação dos recursos públicos, por meio de uma gestão transparente. “É motivo de muito orgulho para a STC poder colaborar para os trabalhos da República Fiji, o que reforça o reconhecimento dos importantes resultados apresentados pela STC desde sua criação, em 2011.”

RECONHECIMENTO – O Primeiro Secretário da República Fiji, Simione D Rokolaqa, não poupou elogios a Secretaria e contou que durante uma reunião em um órgão Federal foi recomendado a visitar e conhecer o sistema de controle da STC. “A Secretaria de Transparência e Controle do DF é referência em transparência”, afirmou. Ao final da Reunião os diplomatas da Embaixada da República de Fiji ficaram impressionados com as ferramentas de sistema informatizado de controle dos gastos da STC, “isso permite mais agilidade e eficácia às atividades dos auditores e maior participação social”, completou admirado o Auditor-Geral, Atunaisa Nadakuitavuki.

REPÚBLICA DE FIJI – anteriormente conhecida como República das Ilhas Fiji, é um país insular localizado ao centro-sul da Oceania, no Oceano Pacífico, cuja capital é Suva. Nas ilhas Fiji são falados três idiomas, que são as línguas oficiais do país: o fijiano, idioma dos habitantes nativos das ilhas, o inglês, devido à colonização britânica no século XIX, e uma variante do hindi chamada de hindi fijiano ou hindustani fijiano trazida por imigrantes indianos. A República de Fuji tem cerca de um milhão de habitantes sendo sua população composta em sua maioria por fijianos e indianos.

Leia também...