Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/07/15 às 20h56 - Atualizado em 29/10/18 às 15h42

3º Encontro do Ciclo de Palestras sobre Carta de Serviços

COMPARTILHAR

O Encontro, realizado pela Ouvidoria-Geral do DF, teve foco na elaboração de indicadores dos serviços.

O terceiro encontro ocorreu dia 30/6, no Auditório da Polícia Civil, dando continuidade ao ciclo de palestras organizado pela Ouvidoria-Geral do DF, vinculada à Controladoria-Geral do DF, para troca de experiências relacionadas à Carta de Serviços ao Cidadão. O primeiro encontro foi no Tribunal de Contas da União e o segundo, no Banco Central.

Desta vez, o objetivo foi sensibilizar e orientar os integrantes das equipes de trabalho sobre a importância do monitoramento e da avaliação dos serviços por meio de indicadores.

A Carta de Serviços ao Cidadão é um documento em que cada órgão do governo deverá detalhar suas atribuições e o que oferecem à sociedade. Além do ciclo de palestras, outras ações estão sendo adotadas pela Controladoria-Geral do DF para orientar os órgãos do DF na elaboração do documento, como cursos na Escola de Governo.

O público que vem participando desse Ciclo de Palestras são os servidores das secretarias, administrações regionais, autarquias, empresas públicas, fundações e órgãos especializados do Poder Executivo do Distrito Federal. Cada instituição compôs equipe de trabalho com representantes da ouvidoria, área de planejamento, assessorias de comunicação, áreas prestadoras dos serviços e, preferencialmente, um cidadão usuário.

“Este vento que foi soprado pela população trouxe consigo esta ideia de aproximação com o cidadão. A administração Pública não é um fim em si mesmo. A carta tem que ser uma política de todo o estado onde o cidadão é o principal foco.  Nós estamos no começo, a carta, o aplicativo Siga Brasília não é o fim. Estamos construindo algo novo com a participação de todos”, afirmou o Controlador-geral, Djacyr Arruda.

O Ouvidor-geral, José dos Reis de Oliveira, salientou que é de suma importância que todos os serviços que constam na Carta devem ser monitorados e avaliados de forma quantitativa e qualitativa através de indicadores, sejam eles de desempenho, de resultados ou outros que os órgãos definirem como necessários para acompanhar a evolução dos serviços.

Participando da abertura do evento, o Diretor-geral da Polícia Civil acredita que “Nada mais emblemático, marcante, do que este aplicativo que foi lançado que diz que o governo procura uma aproximação com a sociedade. A carta é uma pauta positiva e o evento vai agregar muito valor às nossas propostas de aproximação com a sociedade”.

 

PALESTRAS

Cinco palestrantes contribuíram de forma relevante para a elaboração da carta de serviços dos órgãos do DF:

Avaliação de Políticas Públicas – Igor Vilas Boas de Freitas – Conselheiro da Anatel e Consultor do Senado

Elaboração de Indicadores e Cartas de Serviços ao Cidadão – Esaú Sirqueira – Coordenação-Geral de Aperfeiçoamento de Modelos e Referenciais de Gestão Pública do Ministério do Planejamento

Indicadores de Desempenho e Governança – Leonardo Albernaz – Secretário de Macro avaliação Governamental do Tribunal de Contas da União – TCU

Desafios na construção de indicadores para o planejamento estratégico – Alexandre Brandão – Diretoria de Estudos Urbanos e Ambientais da Companhia de Planejamento do Distrito Federal – CODEPLAN

Carta de Serviços – Experiência da Terracap – Evandro Valentim de Melo – Coordenação de Planejamento e Modernização da Terracap

 

Mais informações sobre a implantação das Cartas de Serviços acesse www.ouvidoria.df.gov.br.