Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/05/10 às 3h00 - Atualizado em 29/10/18 às 15h35

GDF envia nota à imprensa

COMPARTILHAR

Em relação ao Passe Livre Estudantil, o governador do Distrito Federal, Rogério Rosso, determinou nesta sexta-feira (14/05):

1) que a Corregedoria do Distrito Federal e o DFTrans promovam, a partir de segunda-feira (17), ampla auditoria na empresa Fácil no que se refere a cadastros, sistemas e processos. Isso se deve ao fato de a legislação do DF prever, em casos de convênio firmado entre Governo e empresa, o livre acesso de auditores de controle externo e interno;

2) que o DFTrans inicie, de imediato, procedimento licitatório a fim de regularizar a situação. De acordo com entendimento jurídico da Procuradoria Geral do Distrito Federal (PGDF), o convênio em vigor entre o GDF, por meio daquela Autarquia, e a Fácil foi considerado inadequado. A expectativa do governo é de que o processo licitatório esteja concluido em 90 dias. Durante esse prazo e para não prejudicar o atendimento à população beneficiária, o convênio será mantido, sob o acompanhamento do DFTrans, da Procuradoria Geral do Distrito Federal e da Corregedoria do Distrito Federal;

3) Auditoria do DFTrans iniciada essa semana identificou 7.000 cartões do Passe Livre Estudantil em situação de duplicidade. Há suspeita, já em fase de apuração pela Corregedoria do DF, de que os beneficiários faziam recargas simultâneas em viagens de ônibus e metrô. O DFTrans determinou à Fácil que, a partir de hoje, esses cartões sejam cancelados no momento da recarga.

4) o DFTrans autorizou a Fácil a operar em carater excepcional neste fim de semana para fazer a recarga dos cartões, visando reduzir o incômodo à população.