Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/09/16 às 20h26 - Atualizado em 29/10/18 às 15h40

Controlador-Geral do DF visita Centro Olímpico e Paralímpico de Samambaia

COMPARTILHAR

Objetivo é conhecer de perto a execução das políticas públicas

 

Com o objetivo de conhecer de perto a execução das políticas públicas pelos órgãos do Governo do Distrito Federal, o controlador-geral do DF, Henrique Ziller, esteve no Centro Olímpico e Paralímpico de Samambaia, nesta terça-feira, 20 de setembro. Recebido pela secretária de esporte, turismo e lazer, Leila Barros, Ziller andou por todo o local, verificando sua infraestrutura e funcionamento.

 

A secretária Leila, acompanhada do diretor do Centro Olímpico de Samambaia, João Eustáquio Santos Barros, e do coordenador dos centros olímpicos e paraolímpicos, Adriano Mattos, mostrou ao controlador-geral a estrutura física do espaço que tem 5300 matriculados, entre crianças, adolescentes, jovens e idosos, para a prática de 19 modalidades. Dessas, oito estão disponíveis para pessoas com deficiência.

 

Durante a visita, Leila e os servidores explicaram sobre o funcionamento e a gestão do Centro; mostraram as condições das quadras, piscinas, equipamentos de ginástica e material esportivo; e, também, falaram das dificuldades enfrentadas como, por exemplo, a carência de manutenção dos 11 centros olímpicos que existem no Distrito Federal.

 

A secretária esclareceu que a finalidade dos centros olímpicos não é a formação de atletas, mas promover a inserção social. Segundo ela, é natural que dali surjam esportistas que se destaquem e tornem-se competidores profissionais. No entanto, o foco é tirar crianças e jovens das ruas, promover integração com as escolas, para que os alunos tenham opções de esportes, e propiciar outras ações para as famílias da comunidade.

 

A visita do controlador-geral está inserida no contexto da aproximação da Controladoria-Geral do DF com o gestor público. Assim, o órgão de controle interno tem a possibilidade de recomendar e propor medidas de aperfeiçoamento na prestação dos serviços públicos e melhores práticas de gestão.