Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/08/09 às 3h00 - Atualizado em 29/10/18 às 15h41

Catadores de lixo – um problema que tem solução

COMPARTILHAR

Em todo o Distrito Federal existem aproximadamente cinco mil catadores de lixo. Problemas como a falta de moradia, o aumento populacional, a miséria, a fome, atraem as pessoas para o lixão. As cooperativas podem ser uma solução para o caso. O GDF construiu algumas casas para os cooperados no Riacho Fundo II. As casas são da cooperativa e não podem ser vendidas, mas oferecem um local digno para os catadores e suas famílias morarem. Havia alguns catadores morando no local do incêndio que aconteceu no dia 17 de agosto nas margens da ponte JK. Papéis, plásticos, lixos ajudaram a proliferar as chamas. 

Na noite de ontem, 18, o secretário da Ordem Pública e Social, Roberto Giffoni, em entrevista à Rede Record, falou sobre essa situação. “Determinamos a remoção daquelas famílias e intensificamos a fiscalização. Desde julho de 2008, os fiscais desfizeram mais de 140 depósitos irregulares de lixo. O Governo tem sido presente, as ações de fiscalização são em todo DF, mas é fundamental a conscientização da população para que não faça o depósito de lixo em área imprópria. Vamos direcionar os catadores para um local apropriado. Essas pessoas só precisam de uma oportunidade”, defendeu o secretário.