Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/09/16 às 20h25 - Atualizado em 29/10/18 às 15h42

4ª reunião ordinária do Conselho de Transparência e Controle Social discute contratos imobiliários no DF

COMPARTILHAR

Gilson Paranhos e Jorge Gutierrez, da CODHAB, atenderam ao convite do CTCS para debate de medidas de transparência 

 

Nessa terça-feira, 06 de setembro, o diretor-presidente Gilson Paranhos e o diretor imobiliário Jorge Gutierrez, da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal, compareceram ao Conselho de Transparência e Controle Social à convite dos conselheiros daquele colegiado, para falar das ações de transparência adotadas pela empresa.

 

Na reunião foram apresentadas diversas reformulações pelas quais a Companhia passou em 2016 – dentre elas, a melhoria no portal que se tornou mais transparente ao disponibilizar as listas dos candidatos por situação, relatórios de fiscalização de ações realizadas, relatórios de fiscalização de denúncias e de invasões, entre outros. “Somente no ano passado tivemos mais de 600 denúncias da população sobre irregularidades em terrenos de habitação, mostrando a eficiência do nosso canal com a comunidade” relatou Jorge.

 

Dentre as novidades mais importantes está o lançamento de um aplicativo de smartphone que ajuda no trabalho de fiscalização de programas habitacionais por meio de georreferenciamento: “quando a pessoa acessa o aplicativo georreferenciado, avançamos no controle efetivo sobre quem realmente é regular no empreendimento. Uma interação com os nossos clientes é que vai fazer com que a CODHAB consiga dar a resposta que tem de dar” explicou Paranhos.

 

Questionados sobre a transparência de contratos imobiliários, Paranhos ressaltou o apoio da mídia e da população como uma ferramenta de fiscalização, enfatizando a importância do controle social na CODHAB. “Temos um apoio grande da equipe de comunicação que nos ajuda nesse trabalho. A comunidade também é importante porque se fizermos uma praça sem o auxílio deles, em uma semana ela estará depredada. Com o trabalho junto aos moradores, a praça se conserva, pois atenderá às necessidades deles”.

 

Jardins Mangueiral

Os conselheiros também aproveitaram a oportunidade para questionar sobre os empreendimentos e obras realizadas nos Jardins Mangueiral. O conselheiro Guilherme Carvalho, representante do DF em Movimento e requerente da presença dos membros da Companhia ao Conselho, apresentou questionamentos dos moradores quanto à falta de estrutura física e diversas outras inseguranças que os moradores do Setor Habitacional possuem. Paranhos disse que suas respostas dependem da Secretaria de Gestão do Território e Habitação (Segeth), mas agradeceu pela informação e afirmou que trabalhará para a resolução dos conflitos.

 

Estiveram presentes na Reunião Ordinária os conselheiros Rodrigo Chia (Observatório Social de Brasília), Everton Kischlat (IFC), Adriano Marrocos (CRC), Davi Fagundes (Agenda 21), Élson Ribeiro e Póvoa (Fibra), Guilherme Carvalho (DF em Movimento), Lauro Jurgeaitis (Fape), Miguel Ângelo Lara (MCCE), Ronalde Silva Lins (Corecon), Vera Lêda Morais (NCST) e Wanderval Calaça (ABI). Também participaram os conselheiros suplentes Darlene Lunelli (CRC) e Mario de Almeida (ABI), o representante da Fecomércio Eduardo Alves de Almeida.

 

A próxima reunião do Conselho será no dia 05 de outubro, às 14h30, com transmissão ao vivo pela Web TV Transparência – canal oficial da Controladoria-Geral do Distrito Federal no YouTube.

 

* supervisão da Ascom/CGDF